NOTÍCIA DA MODA | Michael Kors adere á pele sintética

        A grife americana anunciou que a partir do ano que vem, não estará mais utilizando peles de animais em suas peças. Com a recente compra da marca de sapatos Jimmy Choo por US$1,2 bilhão, a grife também opta por cessar a fabricação de peles de animais que já é uma iniciativa cada vez mais forte na indústria da moda, incorporando assim o grupo de altas grifes que já aderiram á proposta como Gucci, Stella Maccartney, Armani, Calvin Klein, Ralph Lauren, Tommy Hilfiger e outros. Essa decisão é um passo pequeno com relação ao grande número de marcas que ainda se beneficiam com a venda de pele de animais, contudo, é um passo de grande importância na indústria da moda e um impulsor para que mais grifes venham a colaborar com a preservação animal. As grandes empresas de moda e artigo de luxo aderentes ao 'movimento', trazem esse peso para a causa e chamam a atenção para que mais marcas e grifes de renome possam se sensibilizar com as necessidades dos animais e por fim contribuir com a erradicação da extinção.   



   



Comentários

Postagens mais visitadas